Quem somos

Somos feministas, plurais, e entre muitas outras coisas, gostamos de cozinhar – ou de comer. E no calor do fogão ou na mesa com amigos, com uma taça de bom vinho ou uma cerveja bem gelada, gostamos mesmo é de um bom papo.
 
Quer participar? Nosso grupo está aqui: http://groups.google.com/group/feministas-na-cozinha
 
Calendário de postagens (somente membros):
 
Segunda – Bárbara Lopes – Fast Food / Aisla Araújo – Delícias de Goiás
Terça – Cecília Santos – S.O.S. Doçura 
Quarta – Anne Rodrigues – Quarta Gorda / Maria Claudia Gavenas – Sabor sem Culpa
Quinta –  Mari Moscou – Já-te-vi / Sara Joker  – Cozinha no Quadrinho 
Sexta – Bárbara Maués e Rane Morais – Segredos de Liquidificador
Sábado – Luciana Nepomuceno – Borboletas na Cozinha/Renata Lima – Trem Bão!
Domingo – Darlana Godoi – De cima do tamborete /Talita Rodrigues / Verônica Mambrini – Cozinhando o lobo 

5 respostas para Quem somos

  1. Olá!!! Achamos super legal a ideia do blog!!! Alguma de vocês é de Curitiba??? Seria muito bacana uma entrevista pro nosso programa Mulheres de Segunda!!

  2. Sou feminista jurásica . Uma das fundadoras do 1º grupo feminista do Nordeste – especificamente localizado naquele tempo em Recife PE- o qual funcionou na minha casa. Escrevi o livro A Musa sem Mácara – Imagem da mulher ma música popular brasileira e tenho 2 blogs http://musasemmascara.blogspot.com/ e http://sertaodesencantado.blogspot.com/
    No sertão eu tenho algumas postagem que dão receitas de comidas sertanejas nordestinas e outros papos sobre alimentação no semi-árido.

  3. Leah disse:

    Sou feminista jurásica . Uma das fundadoras do 1º grupo feminista do Nordeste – especificamente localizado naquele tempo em Recife PE- o qual funcionou na minha casa. Escrevi o livro A Musa sem Mácara – Imagem da mulher ma música popular brasileira e tenho 2 blogs http://musasemmascara.blogspot.com/ e http://sertaodesencantado.blogspot.com/
    No sertão eu tenho algumas postagem que dão receitas de comidas sertanejas nordestinas e outros papos sobre alimentação no semi-árido.

    +1

  4. Dani Miranda disse:

    Pessoal, considerando que a gastronomia é tmb construída socialmente, percebe-se que também é um ato político. E como feministas não podemos nos abster disso, tendo um posicionamento dissociativo. Indico aqui um livro maravilhoso e elucidativo, o POLÍTICAS SEXUAIS DA CARNE. https://www.facebook.com/photo.php?fbid=459740464057647&set=a.273973515967677.73565.182110058487357&type=3&theater

  5. Olá senhoritas!

    Meu nome é Gui Teixeira, sou fotografo especialista em alimentos. Eu adoro seu site e adoraria ser parceiro de vocês!

    Eu escrevi um post com dicas para fotografar alimentos. Se vocês acharem legal seria um prazer adapta-lo para vocês. Se houver espaço para um guest post seria uma honra!

    O link para as dicas é

    http://www.guiteixeira.com/como-fotografar-alimentos/

    Obrigado e até breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s