O mingau reconfortante

Olá querid@s!

Bom, eu sou do time da Deh : o simples ato de comer pra mim já é reconfortante, uma experiência gratificante. Por isso não há nada que me faça deixar de comer, nem quando eu acordo atrasada pro trabalho, ou fique na fila de um maldito banco. Pessoa que gosta de comer sempre tem um lanchinho na manga pras horas que o estômago ronca!

Mas devo confessar que este hábito não me acompanhou sempre. Digo uma coisa: gastrite educa a gente a comer direitinho, a comer a cada três horas, não comer muita besteira, etc, etc…

Mas como uma boa glutona que se preze, a gente vai aprendendo a driblar os desafios impostos pelo corpo e a apreciar os sabores maravilhosos da cozinha. E uma das coisas que eu gosto pra caramba e me conforta nas horas mais tristes é o mingau. De amido de milho, de farinha láctea e de aveia, o mingau é aquela comida rápida, quentinha e com sabor de infância…

Delícia! By // andreea //

Mingau é uma coisa que não tem segredo de fazer: se for de amido de milho é só colocar uma colher rasa de amido, uma xícara de leite e duas colheres de açúcar, mexer até ferver e pronto! Mingau quentinho pra comer enquanto assiste a série favorita da TV!

Mingau de aveia e de farinha láctea não fogem muito da receita do mingau de amido. Colocar um cadinho de essência de baunilha e uma pitada de canela depois do mingau pronto aí é que dá mais aquele toque de comidinha reconfortante.

Boas lembranças do mingau e do seu conforto proporcionado!

Anúncios

Sobre Lilian Borges

Garota esperta e mimimizenta.Écologa de formação,paulista de nascença e potiguar de coração. Sempre com um porquê na ponta da língua!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.