Lembrança e uma não receita

Hoje não postarei uma receita porque, assim, todas as comidas quentinhas me confortam de um jeito ou de outro. Adoro comida que tem sustância, como dizia a vó Natalina.  Feijoada, barreado, lasanha, churrasco, frango assado. Vou eleger um ingrediente-conforto que nunca falta na minha cozinha, o macarrão.

Macarrão só podia engordar mesmo, porque a felicidade que ele dá quando ingerido é imensa. Não entendo quem não goste de macarrão. Meu pai diz não gostar, não acredito nele. Tenho certeza que ele adora, só continua dizendo isso para manter a fama de piá birrento. Fama adquirida quando tinha que cuidar para os passarinhos não bicarem o macarrão que ficava secando no varal. Ele diz que odiava ter que ficar espantando os passarinhos. O engraçado é que quando ele tinha que cuidar da panela de frango no fogão a lenha, fazia com gosto. Adora frango. Desconfio que é porque o macarrão era feito pela vó, com todo o carinho e dedicação aos sete filhos.

Eu pude conhecer minha vó e posso lhes afirmar com toda a certeza que o melhor macarrão que já comi na vida era feito por ela. Outra coisa que a vó fazia que era maravilhoso era sopa de ravióli. Nossa, muito boa. A sopinha que dá uma forrada no estômago depois de um dia cansativo. Mas o macarrão, ah! o macarrão!

Macarrão gosto de qualquer jeito. O meu especial, para aqueles dias, é com creme de leite. Pode ter qualquer outra coisa, ou ser só a massa cozida e envolvida com creme de leite e shoyu. Ou um molho bolonhesa que colocamos um tanto de creme de leite. O importante é macarrão, creme de leite e queijo ralado. Se tiver vinho tinto, a felicidade se realiza por completo.

Adorei conhecer um pouco mais das minhas amigas feminista que adoram uma cozinha.

Anúncios

Sobre annerodrigues

Amante de comida e de animais, feminista, advogada, boa ouvinte. O resto é o resto.
Esse post foi publicado em Quarta Gorda. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Lembrança e uma não receita

  1. Rejane disse:

    Hummmm… Fiquei pensando no macarrão com shoyo e creme de leite!!
    A vó Natalina, como eu queria ter experimentado as delícias que ela fazia, pois os seus netos fazem um coral quando falam das refeições recheadas de carinho que ela fazia… A comida que o Clairton mais lembra? O feijão da vó Natalina!! Ah!! E a polenta!! Bela polenta!!
    Amei seu post!!

  2. annerodrigues disse:

    Obrigada por ter vindo! Fiquei feliz que gostou do post.
    Beijinhos

  3. nelci disse:

    adorei saber que vc tem doces lembranças da vo Natalina……( SEM SOFRIMENTO ).
    com amor, mamãe.

  4. Ghenwa ( AFILHADA ) disse:

    Nossa me deu água na boca de provar? Voce sabe fazer o macarrao parecido pelo menos com o da vó, eu nao pude conhece-la e quero muito provar este macarrao (É CLARO QUE VOCE CONSEGUE FAZER ESTE MACARRAO) . Vamos enterrogar o *TIDE para ver se ele ainda sente aquela vontade de macarrao… beijos de sua maravilhosa, glamourosa e querida… AFILHADA,BEIJINHOS

  5. Ghenwa ( AFILHADA ) disse:

    batata frita ( blitz 1982 ) escutei e divertido!

  6. annerodrigues disse:

    Lembranças doces, felizes,mas o sofrimento é inevitável, mã!
    Fiquei feliz que veio aqui.
    Beijinhos

  7. annerodrigues disse:

    Modesta afilhada, fiquei feliz com seu comentário! Farei um macarrão bem gostoso para nós.
    Te amo minha lindinha.

Os comentários estão encerrados.