Torta Alemã

Por inúmeras razões não escrevi mais neste bloguinho. Desde novembro estou triste, não todo o tempo, porém o suficiente para tirar minha vontade de escrever. Tudo que tenho escrito é melancólico e piegas. Mas, escolhi ser feliz e rir das minhas tristezas e idiossincrasias. Voltei.

Nesse sentido, a comida aplaca a angústia desse vazio que me habita. Quando está insuportável, chamo esse vazio gigantesco de Godofredo, um monstro cinza gigantesco que me consome. Para diminuí-lo e ficar inteira, cozinho. Muito. Então, tenho cozinhado intensamente todos os dias.

Não sou uma pessoa de comer e cozinhar doces ou sobremesas. De verdade, o doce tomou conta de mim nos últimos tempos primeiro porque é uma alegria comer um chocolatinho, segundo porque minha afilhada queria comer uma torta alemã legítima. Comprar não valia, porque ela queria bastante torta, queria poder repetir quando e o quanto quisesse e, queria saber fazer sempre que tivesse vontade.

Para quem conhece essa figurinha sabe o quanto ela é insistente e persuasiva. Não tem desculpa que a convença, além dela ter um potencial argumentativo que acaba com qualquer discurso: “Mas madrinha, claro que você consegue fazer a sobremesa, você faz tudo tão bem!”.

Com um argumento tão verdadeiro e, vindo de uma pessoa tão isenta, resolvi me arriscar. Comecei procurando receitas no Google e encontrei várias. Diante de todas as opções peguei um pouco de uma, outro tanto da outra e fiz a minha:

Ingredientes:

200 gramas de manteiga

3 gemas

1½ xícara de chá de açúcar

1½ pacote de biscoito de maisena

200 gramas de chocolate meio amargo

2 latas (700g)  de creme de leite

Modo de Fazer:

Bata bem na batedeira a manteiga, o açúcar e as gemas.

Depois de bem batidos, acrescente o creme de leite gelado sem o soro, misturando de leve com a espátula. Reserve.

Molhe rapidamente as bolachas no soro do creme de leite.

Forre uma forma de fundo falso (pode ser refratário) com as bolachas, o creme e novamente bolachas, ajustando-as bem no creme. Leve a geladeira por no mínimo 2 horas.

Cobertura:

Em uma panela, esquente o creme de leite e acrescente o chocolate meio amargo picado até dissolver e virar um creme. Desenforme a torta e cubra-a com o creme de chocolate. Aqui eu enfeitei toda a volta da torta com as bolachas.

A vida fica muito melhor com um docinho de vez em quando, ainda mais se vier acompanhada daqueles a quem amamos, tudo fica mais tolerável. Semana que vem, volto com cupcakes de chocolate.

Anúncios

Sobre annerodrigues

Amante de comida e de animais, feminista, advogada, boa ouvinte. O resto é o resto.
Nota | Esse post foi publicado em Quarta Gorda, Uncategorized. Bookmark o link permanente.