Coxas de frango douradas com molho de laranja e bolinhos de tempero

Quando nos conhecemos, no começo do namoro, marido e eu cozinhávamos coisinhas especiais juntos (ou ele cozinhava pra mim) praticamente toda semana. Continuamos tentando fazer isso mas não rola TODA semana, né? E uma das coisas que descobrimos e mais gostamos foi o sabor de frango com laranja e curry. Combina demais! Mas como eu não queria fazer só o tempero do frango, botar no forno e pronto, eu resolvi dar uma repaginada nestes sabores: frango, laranja e curry. Espero que gostem!

Rendimento: 2 a 3 pessoas (4 se comerem pouco ou se acompanhar salada, etc)

Tempo de preparo: cerca de 1 h

  • INGREDIENTES – FRANGO:
  • 1kg de coxas de frango (eu usei as congeladas da Sadia mesmo)
  • 1 laranja
  • sal
  • azeite de oliva (usei um italiano extra virgem)
  • molho de soja – shoyu
  • alecrim seco
  • INGREDIENTES – MOLHO:
  • 3 laranjas
  • 1 colher de sopa nem-cheia-nem-rasa de farinha de trigo
  • 1 1/2 colher de sopa nem-cheia-nem-rasa de açúcar (usei cristal e deu certo)
  • noz moscada
  • uma pitada de sal
  • INGREDIENTES – BOLINHOS DE TEMPERO
  • 4 copos de arroz “amanhecido” (medi o arroz já cozido e temperado com alecrim, não ele cru)
  • 2 ovos
  • 1 copo de farinha de trigo
  • 1/2 copo de cheiro verde picado fresco
  • 1/2 cebola
  • 1 dente de alho
  • 2 colheres de sopa nem-rasas-nem-cheias de curry
  • Óleo de soja pra fritar

MODO DE FAZER:

  1. A preparação do frango é o que leva mais tempo e você tem que começar cerca de uma a uma hora e meia antes de colocá-lo no forno, pra pegar BEM o tempero. Sobre a tábua, com a ajuda da sua faca, corte ao redor do ossinho da coxa em toda a circunferência dele, cortando bem os tendões, como se fosse desossar a coxa. Ainda como se fosse desossar, enfie a faca bem rente ao osso até a outra extremidade (o lado “mais gordinho”), descolando a carne do osso. Não precisa ser muito meticuloso aqui, pois não irá desossar, mas é bom não deixar a coxa em frangalhos (hehe; sacou? sacou? FRANGalhos, haha! #fail).
  2. Depois de fazer isto com todas as coxas arrume-as na assadeira/pirex. Separe uma quantidade BEM GENEROSA de sal. Com as mãos, espalhe bem o sal por fora e por dentro das coxas, uma a uma. Corte a laranja no meio e esprema as duas metades por igual sobre as coxas. Jogue o alecrim por cima. Deixe essas coxas na mistura (relativamente simples) por uma hora (pode ser um pouco menos), virando-as se achar que um lado vai pegar mais tempero que o outro (veja se está seco, por exemplo). Não leve à geladeira!
  3. Quando faltar uns 15 minutinhos, acenda o forno em 220-260ºC pra pré-aquecer. Aí então regue as coxas com shoyu e, sobre o shoyu, despeje quantidade BOA de azeite de oliva. Bastantão mesmo, que ajuda a dourar. Vai ficar um caldo marrom embaixo do frango mas não se iluda: ele não deixará de ficar dourado por isso! Passados esses 15 minutinhos, pode colocar o frango no forno. Ele ficará lá pelos próximas 40-50 minutos!
  4. Despeje, com o frango já no forno, o arroz envelhecido na tal tigela. Adicione o cheiro-verde. Use um processador pra transformar a cebola e o alho numa pasta e adicione-os à mistura. Mexa com uma colher (ou com a mão, vai que… né?). Quando estiver bem misturadinho, pode acrescentar o curry. Tem que ficar bem amarelinho, se não tiver ficado pode botar mais curry sem dó! 😀 Misture bem pra cor ficar homogênea. Adicione dois ovos e misture até ficar bem misturadinho, de novo. Salgue (usei duas colherzinhas rasas de café de sal, porque o arroz já estava salgado) e misture, claro. Então, no final, acrescente a farinha e misture muito bem.
  5. Quando faltar uns 20 minutos pro frango ficar pronto pode começar a fritar os bolinhos. Encha a frigideira com uns dois dedos de óleo de soja (pra mim deu tipo meia garrafa de Liza) e deixe esquentar bem (pra saber se a temperatura é boa, pode jogar um tiquinho da massa dos bolinhos ali dentro e, quando ela começar a fritar loucamente é porque a temperatura está leal). Com o óleo bem quente, use as colheres de sopa pra modelar os bolinhos e jogá-los imediatamente na fritura. Quando a leva de bolinhos estiver bem coloridinha, douradinha de um lado, vire-os. Quando estiverem douradinhos por inteiro, tire-os com uma escumadeira e coloque sobre papel toalha. Repita isso até acabar a massa dos bolinhos.
  6. Quando os bolinhos estiverem terminando e enquanto eles fritam, faltando uns 10 ou até 5 minutinhos pro frango ficar pronto, pode começar a fazer o molho. Esprema as três laranjas (eu só tirei as sementes do suco, deixei os gomos e ficou um charrrrrrme) numa panela pequena, adicione o açúcar, o sal e a noz moscada. Dilua a farinha em um pouco de água (pra ficar diluída mas não aguada, só não pode ficar massinha) e acrescente na mistura. O açúcar ajuda a dar cor e textura, a farinha também, então não se assuste, hehe, o molho fica mais cítrico que doce, embora adocicado. Ligue o fogo médio e deixe a mistura ferver enquanto cuida dos bolinhos, até engrossar o tanto que desejar – só não deixe queimar! hehe.
  7. Com o frango pronto, os bolinhos fritos e o molho quentinho, monte os pratos. Eu fiz assim: com o boleador de sorvete peguei um pouco de molho e espalhei ao redor e no centro do prato. Distribuí seis bolinhos em volta de cada prato e duas coxas no centro. Aí despejei mais molho sobre as coxas e um tiquinho sobre os bolinhos.
  8. Sirva assim e receba um elogio e um milhão de beijinhos do seu amor! 🙂

Anúncios

Sobre Marília Moscou

socióloga, escritora, poeta, comunista, feminista, bissexual, não-monogâmica (ou anti-monogamia?)
Esse post foi publicado em Da Cozinha Moscovita e marcado , , . Guardar link permanente.