Toda gordice será perdoada

Ontem eu acordei cedo, trouxe mais uma leva das miudezas da mudança, resolvi outras paradinhas, e ao final da noite, resolvi fazer bolinhos de chocolate.

Um cesto de bolinhos

E hoje, depois de buscar outra leva, e com a ajuda do irmãozinho, desmontar os móveis maiores, resolvi fazer lasanha e mousse de chocolate.

A lasanha vocês já conhecem, e quem não conhece, é melhor conhecer!

Hoje, vamos dividir a receita dos bolinhos,  que se fizerem questão, podem chamar de cupcakes, porque são pequenininhos e fofinhos, uai. Mas eu chamo de bolinho mesmo!

Lembro quando era criança, e minha avó assava pequenos bolos em latas de goiabada e de atum, para que a gente montasse bolinhos de casamento de bonecas. Ela fazia os bolinhos, o suspiro, montava o bolo em camadas, igual de novela, sabe, mas em tamanho pequeno, porque era para o casamento das bonecas. E ela nos ensinava a costurar os vestidos de noiva. E pegava retalhos de tule e rendas com uma amiga que tinha uma loja de noivas, e fazia vestidos lindos para nossas bonecas.

A imaginação infantil tornava os bolos de casamento de boneca iguais a esse aqui...

Era engraçado, porque as bonecas não eram barbies nem suzies, eram bonecas-criança mesmo, tipo a Mãezinha (rebatizada Mammy, eu acho… ) e a Amiguinha (essa era enorme, quando ganhei, ela era quase do meu tamanho).

E depois vieram as barbies, mas essas já vinham montadas, com roupas típicas, ou então, já com roupinhas prontas para comprar. E pouco depois, minha avó adoeceu, eu fiquei “grande demais” para brincar de boneca, e nunca mais fizemos bolinhos de casamento. Não sei porque lembrei dessa história. Acho que é porque dia 24 de outubro ela teria completado 96 anos se estivesse aqui.

Bem, o resumo da ópera é que almocei lasanha, e de sobremesa, tivemos bolinhos de chocolate, com gotas de chocolate, e mousse de chocolate amargo!

E toda a gordice será perdoada!

Mousse de chocolate:

Ingredientes:

3 ovos

2 colheres de sopa de açúcar

1 lata de creme de leite

200 gr de chocolate meio amargo ou amargo ou quantos % cacau vocês desejarem.

Modo de preparo:

Separe as gemas e as claras, e bata as claras em neve

Enquanto isso, derretamos o chocolate.

Em seguida, batemos as gemas e as duas colheres de açúcar, até dobrarem de volume.

Misturamos o chocolate derretido, batendo sempre, e depois, o creme de leite, com soro e tudo.

Ao final, pare de bater na batedeira, e misturaremos delicadamente as claras em neve.

Tem que bater bastante, e misturar devagarinho, para ficar bem aerado!

Leve à geladeira, e … tcharan!

Bolinho de chocolate com mousse de chocolate...

Uma (ou um?) mousse deliciosa, com uma textura firme e aerada, que pode até servir de recheio para algum bolo mais suave.

Eu, no caso, não recheei nada, só coloquei junto!

O bolinho foi uma receita de bolo normal, com cacau em pó em vez de chocolate em pó ou achocolatado, e algumas gotas de chocolate por cima, na hora de assar, em forminhas de empada, da maiorzinha, devidamente forradas com forminhas de papel.

(o que eu chamo de bolo “normal” ou “comum” é o que leva 03 ovos, 2 xícaras de açúcar, 3 xícaras de farinha, 1 xícara de leite, três colheres de sopa de margarina ou manteiga, baunilha, uma pitada de sal e uma colher de sobremesa de fermento em pó. Bato tudo, as vezes bato a clara em neve, as vezes – como ontem… não – coloco em uma forma untada e enfarinhada – ou não, pq ontem foi direto na forminha de papel – e asso por mais ou menos 40 a 50 minutos – ou menos, se formos assar nas forminhas de empada ou de cupcake, o tempo de cozimento é menor, né Cecília? )

Queria fazer bolinhos e receber todas as Blogueiras Feministas e as feministas daqui da Cozinha para um chá, um café, um licor…

Beijos para a Luciana, que sempre deixa Borboletas na Cozinha!

E cadê as outras amigues da Cozinha? Bora blogar, meninas!

* A mousse, a Niara e a Adriana Torres já provaram, e viram que é fácil, rápido e delicioso! (sim, esta sou eu cavando elogios)

Anúncios
Esse post foi publicado em Trem Bão (Um Cadiquin das Geraes) e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Toda gordice será perdoada

  1. Bárbara Lopes disse:

    Adorei, Renata! As comidas e as histórias.

    beijos

  2. Também. Carinho de vó é coisa linda.

    Rê, os cupcakes que eu faço não são bem uma receita de bolo, e eu nem bato na batedeira, com clara em neve, essas coisas. Já tentei assar bolo normal em forminhas de mini-bolo, sem muito sucesso. Dizem que o ideal, pro cupcake, é que a massa seja bem úmida, o que se conseguem com gordura na massa – óleo ou manteiga – como na sua receita. Preciso dizer que fiquei com água na boca!

    E eu asso por exatos 15 minutos, cronometrados no timer.

  3. Sou realmente prova que essa mousse é uma DELÍCIA! Eu adoro cozinhar, mas sou uma negação em matéria de sobremesa, já que não sou muito de saboreá-las… a pobre da Niara está sofrendo nessa casa sem doces…

    Tratarei de corrigir isso comprando os ingredientes para a mousse! (pra ela fazer, claro…rs)

    Bjs!

    Dri

Os comentários estão encerrados.