Saciando a fome do corpo e da mente

Sherbet de rosas. Cheiro e gosto da flor, uma delícia 🙂

Acho bárbaro quando tenho a oportunidade de experimentar coisas novas. E fazer isso ao lado de uma boa companhia é muito mais interessante. Contudo, nem sempre foi assim…

Houve um tempo em que eu relutava um pouco ao vivenciar mudanças. Confesso que muitas delas me assustavam profundamente e o novo era algo um tanto quanto desconfortável.  Mas aos poucos,  com as idas e vindas que somente as diferentes circunstâncias nos proporcionam, aprendi que mudar é preciso. E que pode ser muito bom.

Fiz toda essa introdução para falar sobre uma primeira vez.  Uma primeira vez que aconteceu  recentemente em minha vida. A primeira de muitas outras novas descobertas gastronômicas que pretendo proporcionar ao meu paladar: a culinária indiana.

Não sei se foi o ambiente, repleto de cores e de aromas com os quais eu pouco tive contato. Ou se foi o tempero, que mesclava com maestria o doce e o salgado, o leve e o  picante.  Mas foi uma das surpresas mais positivas que já tive:  provar uma refeição leve, saborosa e que saciou bastante a minha fome.

Ouvi dizer que a comida indiana é muito apreciada porque seus condimentos “abrem” os nossos chacras e ajudam a limpar a nossa mente de pensamentos ruins. E eu realmente tive essa sensação, desde a primeira samosa. O sherbet (refresco indiano) de rosas também estava divino, bem doce. Parecia que eu tinha pétalas de rosas em minha boca. O pão, com molho de hortelã e iogurte era bastante macio . Isto sem contar o arroz e o frango, levemente grelhado com um molho super diferente a base de castanha de caju e condimentos.

Foi um jantar tão gostoso que eu precisava compartilhar com vocês. E em breve, devo testar alguma receita indiana e posto por aqui. Já experimentaram? Como vocês se sentiram?

*Quem quiser conhecer e estiver em Sampa, o restaurante em que estive chama-se Tandoor. Fica no bairro do Paraíso, bem próximo da Av. Paulista.

Anúncios

Sobre Cláudia Gavenas

Paulistana, 26. Designer, gateira, feminista e musical. Meio perdida na vida, mas não tem certeza se realmente quer se encontrar...
Esse post foi publicado em Sabor sem Culpa e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Saciando a fome do corpo e da mente

  1. Minhas experiências com a culinária indiana e paquistanesa (é, tenho uma amiga que morou no Paquistão e fez um jantar típico uma vez) foram muito legais, e eu queria aprender a fazer alguns pratos. Gostei muito do seu post, Claudia!

  2. Luciana disse:

    Ai, vontade.

  3. Nadia disse:

    Nunca provei mas morro de vontade! Os sabores devem ser sinestésicos.

  4. Anne disse:

    Também gosto bastante da culinária indiana. Acho os sabores instigantes.
    Beijinhos

  5. Aguardando as receitas, Claudia! Culinária indiana é tudo de bom. Sou hiper fã! Beijo.

Os comentários estão encerrados.