Das Provocações

Motivada pelos textos da querida da Luciana, sobre escolhas e beleza, fiquei pensando sobre o que me atrai. Na realidade o belo não me atrai no sentido de não me faz ir atrás, não me faz querer. Gosto de admirar a beleza, assim, de longe. Quero perto de mim o que me provoca. Já fui acusada de gostar dos feios. Pode ser, só que não vejo assim, gosto da ironia, da sagacidade, da provocação. Acho que é isso. A provocação me atrai, seja na comida, no homem ou na mulher. Gosto do que me faz pensar, do inusitado, do diferente, assim como gosto de carinho, atenção, amor.

As receitas vegetarianas postadas aqui sempre me provocam, principalmente porque meu primeiro instinto ao cozinhar é fazer carne, ou algo que tenha carne. Tenho aprendido um bocado sobre comidas vegetarianas. Reproduzi várias na minha cozinha e gostei do resultado.

Lembro de como fiquei feliz quando provei o cogumelo fresco frito na manteiga, que a Julia Child ensinou no seu livro “Minha Vida na França”. Foi uma experiência interessante, nunca havia imaginado que o cogumelo fresco pudesse ter aquele sabor. Adorei.

Diante disso, criei uma receita bem simples para aqueles dias que precisamos de um abraço apertado e um colo quentinho.

Frita na manteiga os cogumelos paris fresco (é o mais barato que tem) numa frigideira de ferro. Os cogumelos precisam ser fritos aos poucos, para não juntar água. O sabor fica inigualável. Depois de fritos os cogumelos some-se a eles creme de leite fresco com shoyu. E está pronto o molho mais carinhoso que já comi na vida. Uso esse molho com nhoque ou macarrão. É bastante calórico, cheio de colesterol, cheio de amor, de carinho e, veja você, sem carne.

Anúncios

Sobre annerodrigues

Amante de comida e de animais, feminista, advogada, boa ouvinte. O resto é o resto.
Esse post foi publicado em Quarta Gorda. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Das Provocações

  1. Hummm… parece muito bom. Eu descobri o cogumelo recentemente. =)

  2. annerodrigues disse:

    Cogumelo fresco é todo um mundo de possibilidades.
    Beijinhos, linda.

  3. Luciana disse:

    Eu adoro cogumelos: frescos, desidratados, shimei, ui! shitake, ai! o que for. Voc~e já fez para o café da manhã? No lugar do shoyu, ovos, pouco creme de leite – só pra dar a textura. Tempera com um pouco de pimenta do reino e sal. Uia, fica bom. Bjs

Os comentários estão encerrados.