Quem nunca?

Quem nunca cozinhou escondido? Sim , sou destas, eu confesso…
Mas não me julgue mal… Eu moro com duas pessoas que não me entendem, ou melhor não entendem a delicia de uma comidinha única e simples… E aí eu cozinho escondido só para mim…
Foi o que eu fiz ontem… Cheguei em casa e fui para a cozinha, achei um restinho de macarrão Padre nosso, alguns cogumelos shitaki, tomatinhos cereja orgânicos bem vermelhinhos…Deu um estalo…
Cozinhei o macarrão, retirei quando ainda al dente, na mesma panela dourei no azeite uma misturinha que tinha batido no meu pilão de madeira, alho, mix de pimentas (negra, branca, rosa e jamaicana),gengibre, sal, louro em pó e uma cebola picadinha. Joguei os cogumelos shitaki, inteiros pois eram bem pequeninos, e os tomates cerejas amassados com as mãos, que delicia espreme-los e ter o suco escorrendo entre os dedos… Lambi os dedos e coloquei o macarrão, mexi um pouquinho para incorporar os temperos e pronto…
Coloquei numa vasilha, sim, que comida clandestina se come em vasilha…E fui para o sofá…Comi vigiando a porta…Lavei rapidamente todos os vestígios…
Quando a família chegou fiz comida normal para eles e disse que nem estava com fome… Agora pode me julgar….Mas, quem nunca?

Anúncios

Sobre Darlana Godoi

Eu brinco no balanço, subo no tamborete e mexo nas panelas, menina travessa, que chora e canta. Sou frágil e forte, eu desafio a indiferença do mundo e choro diante de um gesto de amor. Sou mãe leoa e mulher loba.
Esse post foi publicado em De cima do Tamborete. e marcado , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Quem nunca?

  1. Ah, eu como escondida!!! o/

  2. annerodrigues disse:

    Eu também como escondida!!!

  3. Luciana disse:

    Eu nunca, fiquei tão arrasada agora. Nunca cozinhei escondida, chuiff.

  4. Darlana Godoi disse:

    Experimenta Luciana!!!!!! Faça aquela comida que vc mais gosta e coma escondido…Sejamos egoistas ás vezes…

  5. Debora Resende disse:

    ah se já…mesmo batendo a culpa por esse pequeno momento egoísta.

Os comentários estão encerrados.