Na tevê

Às vezes, assistir aos programas de culinária é quase como pornografia: a gente vê, muitas pessoas se deliciam, mas sabe que aquilo não existe na vida real. Acho que um dos motivos do meu novo programa preferido ocupar essa posição é ser o contrário disso. O programa chama “America’s Test Kitchen” e mostra, de fato, uma cozinha de teste, a cozinha da revista Cook’s Illustraded. Lá eles fazem e refazem um prato dezenas de vezes, até chegar na melhor versão, tanto em sabor, como na possibilidade de ser reproduzida em casa, com equipamentos e ingredientes comuns.

Eles não apenas ensinam a fazer o peixe. Comentários sobre a ciência por trás daquele preparo também aparecem com frequência, às vezes feitos por quem está executando a receita e às vezes pelo editor de ciência.

Animação mostra proteínas e amido

A animação mostra que, na presença do amido, as proteínas do queijo perdem sua capacidade de se ligar umas às outras. Imagem: Reprodução

Um exemplo: spaghetti cacio e pepe, macarrão com queijo pecorino e pimenta do reino. Para chegar numa receita em que o queijo não embolotasse no molho, foram seis semanas de teste – quase 100 versões. A solução foi cozinhar o macarrão em pouca água, para que a água ficasse com bastante amido da massa. O amido, explica o editor de ciências, se liga às proteínas do queijo, cujas ligações foram quebradas pelo calor, e impede que elas se unam novamente. É como passar farinha em uma fita adesiva.

O programa é produzido pela PBS, canal público dos Estados Unidos. E tem aquela cara de tevê pública: o apresentador usa gravata borboleta (e avental), os cozinheiros e cozinheiras são pessoas comuns, e não modelos e popstars que vemos em outros programas. A edição não é descolada e engraçadinha. As receitas, na maioria das vezes, são de pratos tradicionais. Enfim, não é uma glamourização da culinária, mas o oposto: uma abordagem que mostra que com trabalho e método é possível fazer melhor e com mais simplicidade uma comida muito gostosa. E mesmo sem seguir as receitas ao pé-da-letra, dá para aproveitar muito das dicas. Eu já fiz o minestrone (só trocando o feijão por batata, porque eu tinha esquecido de deixar de molho) e ficou excelente.

Eu descobri só agora, por um artigo da revista Salon, e o programa já está na 11ª temporada. No site, dá para os episódios dessa temporada de graça ou todos (com acesso às receitas escritas) fazendo a assinatura. Infelizmente, acho que não tem legendas em português.

Anúncios
Esse post foi publicado em Fast Food e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Na tevê

  1. Luciana disse:

    Me dá teu autógrafo?

  2. Bárbara Lopes disse:

    Menina, deixe de coisa 😛

  3. Anne disse:

    Muito legal! Adorei o site. Obrigada pela dica.

Os comentários estão encerrados.