O que também me alimenta…

Este é mais um daqueles textos que costumo chamar de “espelhos da alma”. Afirmo isto com tanta certeza porque estou em uma fase deveras abstrata da minha vida, o que acaba refletindo diretamente na maneira como escrevo e realizo as minhas atividades. Um texto curtinho, modesto. Mas com uma boa dose de carinho.

Ah, Eddie... Que ótimo companheiro de receitas você tem me saído...

 

Hoje, bateu uma forte vontade de falar de música. Sim, música que alimenta e que satisfaz. Música que brinca com todos os sentidos, fazendo de conta que só se relaciona com a nossa audição… Ah, se eu pudesse, viveria cantando. E faria disso um verdadeiro banquete!

Principalmente quando cozinho, costumo ligar o som bem alto; ainda que seja apenas para meus ouvidos. No ritimo de cada compasso, surgem idéias e descubro novos sabores. Assim, deixo a melodia me envolver por completo e eis que a “alquimia” acontece.  E percebo o resultado quando aprecio a minha refeição, que fica com um gostinho muito especial… Que só um momento de felicidade pode proporcionar.

A trilha sonora da minha cozinha é tão extensa que eu poderia passar horas só enumerando canção por canção. Mas como toda boa amante de rock and roll, ao ouvir um belo solo de guitarra eu me transporto para um universo particular, só meu. Onde até mesmo um simples sanduíche fica incrível!

E você? Qual a trilha sonora da sua cozinha? Se ainda não tem, o que acha de experimentar ouvir música enquanto prepara algo? 

 

Anúncios

Sobre Cláudia Gavenas

Paulistana, 26. Designer, gateira, feminista e musical. Meio perdida na vida, mas não tem certeza se realmente quer se encontrar...
Esse post foi publicado em Sabor sem Culpa e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O que também me alimenta…

  1. Borboletas nos Olhos disse:

    Eu sempre, sempre, uso música no tempero. Gostei muito do post.

Os comentários estão encerrados.