Especial Junino – Quentão e Marcha das Vadias

E hoje é dia 18 de junho!

Dia de trem bão das Geraes: MARCHA DAS VADIAS EM BH E JF!!!

Prá quem não sabe, BH é Belo Horizonte (Belorizonti, ou Belzonte, pra quem curte zoar os mineiros… humpf!)

E JF é Juiz de Fora (ou Xuisss de Fora, como dizem os carinhosamente chamados de “cariocas do brejo”)

Bem, nada mais adequado, para um dia de Marcha das Vadias, do que uma receita que leva… cachaça!

Cachaça mineira, a melhor do país!!!

Vale Verde, aqui de pertim de BH, a melhor em custo benefício.

Salinas, Havana (Anisio Santiago), Canarinha, Germana, Claudionor, Boazinha, Piragibana, Indaiazinha, Lua Cheia, Seleta e GRM são algumas que sempre estão nos rankings das melhores cachaças do Brasil.

Mas não carece de gastar uma dessas pra fazer quentão, tá, gente?

Só não vale também fazer com 51, que aí é puta falta de sacanagem!

Mulheres e bebidas são assunto controverso (mulheres e qualquer coisa que não seja delicado e submisso em geral o são).

Algumas pessoas dizem que “não tem nada mais feio que uma mulher bêbada”.

Minha mãe mesma, é uma dessas.

Apesar que ela toma uma cachacinha de leve, enquanto preparamos os almoços de domingo. É uma tradição.

Mas vou confessar que não sou fã de pinga.

Conheço mulheres que não bebem cerveja, só pinga.

Eu evito tomar pinga, porque sempre acabo misturando com cerveja, e, já viram… não presta! rs

Então, para combinar com as nossas Marchas das Vadias, Marchas das Mulheres Nem Santas nem Putas, mas Livres, nada melhor que uma receitinha de quentão.

Cachaça, açúcar, cravo e canela.

Gengibre, para dar aquele ardor!

Laranja, para a acidez necessária.

Calor, em pleno começo de inverno.

Calor para se aquece, sozinho, a dois, em multidão!!!

Porque, bebendo ou não, a vida é nossa, e nós decidimos como vivê-la!!!

Charge do Latuff sobre a Marcha das Vadias, em BH

Quentão

Ingredientes:

1 litro de cachaça
1 e 1/2 xícaras de açúcar (mascavo é melhor, fica com gostinho de rapadura!)
2 paus de canela médios
2 limões médios cortados em rodelas
casca de uma laranja
4 cravos-da-índia
60 g de gengibre cortado em fatias
2 xícaras de água

Modo de Preparo:
Colocar o açúcar em uma panela funda com 2 litros de capacidade, levar ao fogo e caramelizar levemente.
Com cuidado, acrescentar a água fervente, os cravos-da-índia, gengibre, canela, fatias de limão e casca da laranja.
Ferver em fogo baixo por cerca de 10 minutos para que o caramelo dissolva.
Acrescentar a cachaça e ferver novamente por cinco minutos. Coar e servir em pequenas canecas.

Cartaz da Marcha das Vadias - BH

Anúncios

Sobre renatalima91

Ninguém na fila do pão. Delegada de Polícia, mãe, feminista.
Esse post foi publicado em Trem Bão (Um Cadiquin das Geraes). Bookmark o link permanente.

3 respostas para Especial Junino – Quentão e Marcha das Vadias

  1. Cecilia disse:

    Renata, minha mãe faz um quentão delicioso, mas até semana passada eu não sabia que quentão leva laranja, e acho que ela também não. Experimentei o quentão da Babi aqui na festa junina, adorei e dei a ideia pra minha mãe.
    Boa marcha aí pra vocês! O cartaz está show!

  2. Rê, adorei o cartaz, a charge e a receita. Vou experimentar, ah se vou!! E depois conto como ficou.
    beijo sabor quentão e boa marcha pra vocês!
    Babi M.

  3. Pingback: Celebração! | Feministas na Cozinha

Os comentários estão encerrados.