Ora, direis, comer estrelas…

O post foi reescrito e está publicado aqui: Biscate Social Club

Veio-me Adélia e é a receita que tenho a partilhar hoje:

 Há mulheres que dizem:

Meu marido, se quiser pescar, pesque,

mas que limpe os peixes.

Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,

ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.

É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,

de vez em quando os cotovelos se esbarram,

ele fala coisas como “este foi difícil”

“prateou no ar dando rabanadas”

e faz o gesto com a mão.

O silêncio de quando nos vimos a primeira vez

atravessa a cozinha como um rio profundo.

Por fim, os peixes na travessa,

vamos dormir.

Coisas prateadas espocam:

somos noivo e noiva.

Anúncios

Sobre Borboletas nos Olhos

É melhor morrer de vodka do que morrer de tédio, disse Maiakovski. Brindo a isso enquanto acontecem-me coisas surreais. Segue o meu perfil quando me vejo assim: cara a cara comigo mesmo. Ou seja, meio de lado. Um mosaico com rachaduras evidentes. Nostálgica, mas disfarço com o riso fácil. Leio de tudo e com desespero. Escrevo sem vírgulas, pontos ou educação. Dou um boi pra não entrar em uma briga, o resto já se sabe. Considero importantíssimo saber rir de mim mesma. Nem que seja pra me juntar ao grupo. Certa da solidão, fui me acostumando a ser boa companhia. Às vezes faço de conta que sou completa, geralmente com uma taça na mão. Bebo cerveja, bebo vinho e, depois das músicas italianas, bebo sonhos. Holanda, por parte de mãe e de Chico. John Wayne, por parte de pai. Borboleta e Graúna por escolha e história. Tenho uma sacola de viagem permanente no meu juízo e a alma, de tão cigana, não para em palavra nenhuma. Gostaria de escolher meus defeitos, mas não dando certo isso, continuo teimosa. Não sei usar a nova regra ortográfica. Nem a velha, talvez. Amo desvairadamente. E tento comer devagar. Sei lá, pra compensar, talvez. Tem gente que tem a cabeça no mundo da lua. Eu não. Quando vou lá, vou toda. Sou questionadora, mas aceito qualquer resposta. Aspecto físico? Língua afiada e olhos cor de saudade. Gosto de fazer o que eu gosto. No mais, preguiçosa. Sabia o que é culpa, mas esqueci. Nada mais a dizer, prefiro andar de mãos dadas. E dormir acompanhada. Mas, bom, bom mesmo é sal, se você já leu Verissimo.
Esse post foi publicado em Borboletas na Cozinha. Bookmark o link permanente.

14 respostas para Ora, direis, comer estrelas…

  1. Cecilia disse:

    Que lindo, Lu!
    Você também nos alimenta: de poesia!
    Beijo grande!

  2. Anne disse:

    Nossa! Maravilhoso! Perfeito.
    Adorei. Obrigada Lu, por definir tão bem o que sinto.
    Beijinhos.

  3. Ah, Cecília, é tipo cristal, sabe, vocês brilham e eu repito em cores…

  4. Barbara Manoela disse:

    Eu vou comer estrelas e me lambuzar de amor na varanda da Lu. Não vejo a hora. =)

  5. Anne, que bom. Sinto-me retribuindo o carinho que você coloca nas suas receitas…

  6. Esses dias estão se arrastando em espera. Vem logo, tô providenciando umas cadentes pra gente de tira-gosto…;-)

  7. Cozinhar é pura doação, entrega. E você, é além de tudo, pura poesia. Beijos!

  8. renatalima91 disse:

    “Difícil como fazer pão. Tem que ter paciência e saber que tem uma hora, um processo, que não depende de nós, que é lá com ele e sua vida íntima. E que não é garantido. Mais ainda, é preciso saber que, ainda que tudo dê certo, pão pronto e saboroso, nossa fome não finda nele. A de momento, talvez, mas ela se renova.”

  9. Suely, uma das maiores alegrias deste ano (que me deu duas sobrinhas) foi me ver pelo olhar seu. Muito obrigada, sempre. Bjs

  10. Renata, querida. É isso. É tanto. Mas não é porque é simples que me vem fácil. Querer que esperem que eu fermente é sempre, esperar que fermentem os outros é aprendizado que ainda pelejo…

  11. Larissa disse:

    Ah…. matou todo mundo de amor, Lu! = ) Beijoca! vou partilhar!

  12. rachel disse:

    nossa, adorei seu jeito de escrever… posso partilhar?

  13. Rachel,

    que bom que você gostou. Se você partilhar o prazer será nosso, tenha certeza. Bjs!

  14. Oiinn Larissa, que delícia é vir aqui e encotnrar um carinho assim…

Os comentários estão encerrados.