Molho gravy e pequenas variações para carnes [Cozinha no Quadrinho]

Gente, de quadriho hoje não tem nada, me perdoeeeiinnnn! Ando ocupadona com o texto da qualificação do mestrado, essa é a verdade. Mas aí vai um negócio facim que eu descobri e criei: minha versão de GRAVY.

GRAVY é um molho muito usado nos EUA e na Inglaterra até, pra comer com carnes de porco, aves e tal. É aquele molhinho esperto que nos seriados eles comem com o peru no dia de Ação de Graças (ou Thanksgiving, como queiram).

GRAVY é um molho à base da própria gordura e pedacinhos da carne que se está assando e/ou outras. Aqui vai um exemplo da forma mais gostosa que eu achei de fazer gravy, com abacaxi (que você pode substituir por qualquer tempero):

Numa frigideira ou chapa frite um pouco a carne que você vai assar (selando) ou deixe fritar os restos de ave, porco, etc. se não quiser fritar a própria carne. Quando começar a ficar aquele queimadinho marronzinho grudado no fundo, tire a carne. Se forem só os restos pode deixar lá fritando. Acrescente o tempero (no caso eu usei abacaxi com salsinha e alho) que pode ser o mesmo caldo ou tempero no qual você marinou/temperou a carne. Deixe a parada ferver e jogue água se estiver seco, precisa ficar um caldo marrom. Depois que aquilo estiver bem fervido (vale usar uma espátula de silicone pra desgrudar os queimadinhos do fundo, é delícia), peneire numa outra panela. Tempere a gosto (eu usei um tiquinho de curry e sal) e acrescente um pouco de farinha pra engrossar. Desligue e sirva em cima da carne.

🙂

(Tchau que eu tenho texto pra terminar hehe)

Anúncios

Sobre Marília Moscou

socióloga, escritora, poeta, comunista, feminista, bissexual, não-monogâmica (ou anti-monogamia?)
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.