Um jantar para três

Pensa num dia, numa semana, num ano cansativo. E está só na metade. Aliás, nem está na metade. Depois de um sábado de trabalho, ainda convalescendo de gripe, respirar fundo e cuidar para que a noitinha só trouxesse descanso. Eu queria muito fazer para vocês um pesto de orégano fresco e castanha-do-pará, mas não deu. Minha mãe fez eu prometer que acabaria com o orégano que espalhou como mato pela floreira e ameaça perigosamente o pé de sálvia. Ainda compartilho umas dicas de como cultivar temperinhos e coisas boas para fazer com eles. Mas hoje, a receita vem direto do refúgio, casa de amigos queridos demais que me adotam nos fins de semana de fanfarra ou de cansaço.

Chegados todos mortos de fome, uma saladinha para acalmar o estômago enquanto ia tudo para o forno.

Salada rústica de tomates
– três tomates bem maduros e pouco ácidos (italianos são uma boa)
– uma cebola roxa pequena em fatias finíssimas
– um punhado de salsa picada
– um limão siciliano, azeite e flor de sal

O sabor dessa salada é sempre proporcional a qualidade dos ingredientes

Depois de cortar os tomates em gomos, misture-os com a cebola e regue com o suco do limão siciliano. Deixe marinar por uns minutos, para que a acidez do limão suavize o acre da cebola. Aí, é só regar com um fio de azeite, misturar a salsinha e temperar com uma pitada de flor de sal ou sal marinho moído na hora; faz toda a diferença. Servi com torradinhas feitas na hora: corte o pão em fatias, passe um quase-nada de manteiga e deixe dourar os dois lados na frigideira quente.

Tudo isso para dar aos estômagos paciência para o prato principal: steak au poivre com gratinado de legumes.

Legumes au gratin
– 1 pedaço de abóbora em fatias finas
– 1 cenoura em fatias finas
– 1 batata média em fatias finas
– 1 lata de creme de leite
– 1 lata de leite
– 1 gema de ovo
– 100 gr de queijo fontina (ou outro quejo adocicado e amendoado, como emmenthal ou gruyère)
– sal e pimenta do reino a gosto
– noz moscada

Espalhe os legumes fatiados no refratário. Bata o creme de leite, o leite e a gema com um fouet ou um garfo, tempere com sal, noz moscada e pimenta do reino e cubra os legumes com o creme. Espalhe o fontina passado no ralo grosso e leve ao forno até os legumes ficarem macios (cerca de 45 minutos). Ao assar no forno quente em vez de cozinhar, eles caramelizam e ficam com uma textura mais macia.

Steak au poivre
– 3 filés macios (alcatra, contra-filé, filé mignon ou outra carne própria para bifes)
– sal
– pimenta do reino em grãos
– 2 ou 3 colheres de sopa cheias de manteiga
– 1/2 xícara de café conhaque
– 1/2 xícara de chá de vinho branco seco
– 1/2 xícara de chá de caldo de carne

Tempere a carne com o sal e a pimenta moída na hora, formando uma camada de pimenta de cada lado da carne. Sele os bifes na frigideira quente, com uma colher de chá de manteiga (ou uma colher de sopa, dependendo da safadeza).  Dê o ponto desejado na carne. Reservar os filés e glacear a frigideira com o conhaque e flambar. Acrescentar o vinho branco e reduzir. Acrescentar uma xícara de caldo de carne e deixar reduzir mais um pouquinho. Incorporar mais uma colher de sopa de manteiga e devolver os filés à frigideira. Pronto para servir! Cuidado ao usar caldo de carne pronto, a maioria é salgada demais e pode estragar o molho, que é delicioso quando feito direito. Eu gosto de esmagar algumas pimentas inteiras e jogar na frigideira no começo do processo, mas isso fica ao gosto do freguês, dependendo da paixão por pimenta de cada um. Se achar pimenta verde, ela é totalmente diferente da do reino e igualmente deliciosa. Manda ver.

Com um vinhozin... hm!

Os créditos das fotos são de Joana Rocha, e foram muito bem pagos com meu trabalho na cozinha. O Lex perguntou qual era a participação dele num post de blog feminista e deixamos claro que é lavando a louça. Ele fez uma carinha meio torta mas acedeu (e foi para a cozinha pegar mais comida). No fundo, é um feminista resignado. Sabe que quem ama também lava a louça.

O Pintinho

A sabedoria do Pintinho. Leia todas as tiras em opintinho.com.br

Anúncios

Sobre Verônica Mambrini

Cama, mesa, banho, foto, tela e texto.
Esse post foi publicado em Cozinhando o Lobo. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Um jantar para três

  1. Luciana disse:

    Gostei – tanto – do pintinho…e mais ainda das receitas! Fiz a salada pro meu almoço (só troquei a salsa por manjericão). E minhas torradas eu faço com azeite…;)

  2. aqui em casa um cozinha e o outro lava os pratos!

  3. Bárbara Lopes disse:

    Nossa, é exatamente tudo que eu amo. Amo tomate (aprendi a deixar o tomate no sal com atencedência pra apurar o gosto), amo legumes no forno, amo pimenta. Comprei um vidrinho de pimenta do reino em conserva e tô esperando aqui pra fazer um filé au poivre.
    Ainda bem que eu só vi isso depois do almoço 🙂

Os comentários estão encerrados.