Café da manhã do Dia das Mães

Olá pessoal! Esse fim de semana nós aqui em casa fizemos um bocado de comemorações pra pessoa mais

importante de nossas vidas: minha mãe! Começou no sábado a noite e só acabou no domingo a noite, teve fondue de queijo, comida japonesa e um super café da manhã que eu e minha irmã fizemos pra ela.

Esse café da manhã seria basicamente um brunch com algumas mudanças e variações que deu um toque especial da família Sakamoto. 😀

Bem vamos lá:

Primeiro eu preparo o café, que é fácil, a gente tem uma cafeteira fofa que faz tudo sozinha, eu sou uma negação com café e ela me salva!

cafeteira

Depois eu começo a preparar o bacon e minha irmã as panquecas, primeiro falaremos do bacon. Eu pego um pacote de bacon em tiras e corto ao meio no comprimento, coloco a primeira metade numa panela alta e com tampa, sem óleo nem nada, fecho a tampa e deixo fritar na própria gordura.

Eu adoro esse cheiro de bacon fritando!

Depois eu frito a outra metade do bacon, coloco num prato com papel toalha pra secar a gordura. Ah, tem que tirar a gordura da panela entre as frituras, pra segunda leva de bacon ficar sequinho.

Aí vamos para a massa de panqueca! A Lia faz com 2 xícaras de leite, no máximo 3 xícaras, a quantidade de farinha a gente coloca o bastante pra ficar molinha, não precisa parecer grossa igual massa de bolo, depois é só colocar 2 colheres de café de fermento de bolo.

Massa pronta pra fritar!

Eu nunca medi a quantidade de farinha, sempre fiz de olho, po risso não tem medida, mas com certeza deve dar uma xícara pra cada xícara de leite ou mais. Nós não usamos ovo na massa de panqueca, eu prefiro ela sem ovo, pra mim fica mais saborosa. Pode colocar uma pitadinha de sal pra dar um sabor.

Depois a gente frita a panqueca, a gente prefere ela bem fininha, diferente da típica panqueca de brunch que é bem grossa.

Eu tb adoro o cheiro das panquecas fritando! Me lembra infância!

 Aí, depois de prontas as panquecas fizemos os sucos: Um só de melão pra mim e um de melão, mamão, gengibre, mel e linhaça pra mamãe e pra minha irmã. Preparamos a mesa e chamamos minha mãe e meu padrasto pra comer! 🙂

Nossa mesa de café da manhã pronta!

Bem, eu hoje queria terminar o post com uma música que eu adoro do Jack Johnson chamada Banana Pancakes que até aparece a letra na tirinha, acho que tem tudo a ver com o café da manhã tarde com um quê de preguiça.

Anúncios

Sobre Sara Joker

Artista visual, quadrinista e atriz. Formada em licenciatura e bacharelado em Artes Visuais, pós graduada em Psicanálise. Nerd de humanas, adora RPG, quadrinhos, filmes cabeça, rock e livros. Se interessa por questões relacionadas as lutas pelos direitos das mulheres, negros e LGBTTTs.
Esse post foi publicado em Cozinha no Quadrinho e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Café da manhã do Dia das Mães

  1. Luciana disse:

    Adoro panquecas, aqui em casa dizem que é minha especialidade, não porque faço bem – acho – mas porque faço sempre. Geralmente faço enroladinha pro jantar…

    E que delícia esse afeto feito “dicumê”. parabéns pra sua mamys!

  2. Cecilia disse:

    Que delícia, Sara! Em todos os sentidos: as panquecas e o carinho!

    Eu acho muito difícil fazer panqueca, até já perdi a paciência uma vez, e destruí uma frigideira.

  3. Cláudia disse:

    Que delícia de panqueca, de história e de tirinha 🙂

  4. Lais disse:

    Q Dllc Essa Panquekaa , Huuun . ~.~ Gootei ` 🙂

Os comentários estão encerrados.