Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate ou Quase

Vocês devem estar pensando que deve ser a coisa mais fácil do mundo fazer um bolo de cenoura, pois bem, pra mim não é. Minha vida inteira eu sempre fiz bolo de caixinha e pedia para outras pessoas fazerem bolo caseiro. Como já disse, sou cara de pau.

Ontem eu tentei fazer meu primeiro bolo de verdade, nada de caixinha, tudo na mão. Liguei pra mãe, liguei pra sogra, conversei com o Google e a receita ficou assim:

  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 3 cenouras médias raladas
  • 4 ovos
  • 1 xícara (chá) de açúcar (Eu não gosto de bolo muito doce, por isso coloquei só uma)
  • 2 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Cobertura

  • 1 1/2 colher (sopa) de margarina
  • 1 caixa de leite condensado
  • Nescau, Toddy, ou qualquer coisa parecida.

Bem, eu não tenho batedeira em casa e sou completamente desajeitada, então, eu peguei toda a receita do bolo, coloquei tudinho no liquidificador e bati. Bem linda. E ouvindo Jorge Ben Jor – Bebete Vambora.

A única coisa que tomei cuidado foi em colocar o fermente por último, conselho de mamis. Coloquei pra assar a massa, ficou lá uns 40 minutos e enquanto isso fazia a cobertura, coloquei a margarina pra derreter, depois o leite condensado e finalmente o chocolate em pó, fiquei mexendo horrores em fogo baixo, até ficar visivelmente bem grudento e fervendo. É basicamente o mesmo brigadeiro de panela que você faz quando está feliz, triste, com saudade, amando, sozinha, seu amigo de todas as horas. Quando o bolo estiver pronto, você coloca a cobertura em cima do bolo.

Mas, como tudo na vida não é brigadeiro de panela, a massa ficou estranha e eu não sei onde errei, ela não cresceu!

Bolo de cenoura, foto by "eu merma"

Eu sou louca e por isso adoro comer bolo e tomar água bem gelada. Mas, vai bem com um cafézinho também, né? A massa não cresceu como eu queria, mas o bolo ficou bom, ó.

Anúncios

Sobre thayz athayde

Nasceu para fazer um musical na broadway e um filme do Tarantino. Enquanto isso, dá uma de psicóloga. É a Rainha da Copacabana feminista, vossa majestade.
Esse post foi publicado em Arroz Queimado. Bookmark o link permanente.

15 respostas para Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate ou Quase

  1. velho, eu ri, viu. quando vi “feito por thayz” hahahaha oow, meu deus. juizo, nao trabalhamos. eu tava mesmo procurando uma receita de bolo de cenoura semana passada, neh incrivel? vou fazer essa. eu fiz um bolo de sei la o que que ficou IGUAL a esse (ele nao cresceu). mas como tinha cobertura de chocolate, todo mundo comeu hihihi quando eu fizer, eu tiro uma foto pra tu! =*

  2. Thayzinha,
    eu sou um fracasso em pães e bolo (aliás em tudo que tenha que bater e/ou deixar a massa descansar) mas fiquei inspirada na sua coragem. Quando comprar cenoura (gastei tudo e estou sem ter como fazer compras) eu vou seguir suas dicas.

  3. Pra quem não gosta muito doce substitua o brigadeiro por chocolate amargo aquele do padre ou se tiver em barra derrete e taca por cima. Eu deixaria os ovos pro final antes do fermento, talvez batendo as claras em neve ele crescesse um pouquinho, mas o que vale é a emocao do primeiro bolo. A gente nunca esquece. Eu tinha 11 anos quando fiz o meu primeiro isso foi em 69M receita da latinha do pó Royal chama-se bolo Carinhoso. Uma dilicia.

  4. Bárbara Lopes disse:

    A boleira dessa bodega é outra, mas na minha vida de bolos mais bem ou mal sucedidos, eu desconfiaria do forno, em primeiro lugar, e da idade do fermento em segundo.

    No fogão velho, os bolos nunca davam certo. Embora tivessem outro fator em comum além do forno (a cozinheira que vos fala), eu ainda acho que a culpa era do forno com temperatura desregulada.

    Em todo caso, o bolo de cenoura é mais massudo mesmo, né?

    beijos

  5. Cecilia disse:

    Ô minha linda, eu tenho certeza que o teu bolo ficou uma delícia, mesmo que não tenha crescido. E como a Babi, desconfio do mordomo, ops, do fermento.

    A minha receita é bem parecida com a tua, então outro suspeito é a farinha. No meu caso, eu bato somente os ovos, a cenoura e o óleo, despejo sobre os ingredientes secos, e mexo pouco, só pra incorporar.

    Agora estou me lembrando que, quando o Lucas era pequeno e ganhava aquele escândalo de monte de ovo de chocolate, a gente passava uns 2 meses fazendo ganache, que nada mais é do que derreter o chocolate e misturar com creme de leite. Dá uma cobertura mara, e muito mais fácil do que mexer brigadeiro.

  6. thayz athayde disse:

    pois é, luci. somos uma nova mulher agora, fazendo bolo sem ser de caixinha e tudo mais! haiuhiahia
    quero ver esse bolo ai!
    :*

  7. thayz athayde disse:

    Borboleta, você é um fracasso em pães e doces? Descobri seu ponto fraco! haha
    Duvido disso ai, viu? Só acredito no seu fracasso se provar!

    Beijo!

  8. thayz athayde disse:

    Juneia, obrigada pela dica! Eu não gosto de chocolate amargo não, mas estou aprendendo a comer, dizem que faz bem pra saúde, né? Mas, ninguém se importa no que faz bem pra minha felicidade, que é brigadeiro de panela. hehe
    Beijos

  9. thayz athayde disse:

    Babi, o meu fogão não é velho e nem o fermento. Acho que o problema sou eu mesmo! hehe Mas, talvez tenho algo com a temperatura mesmo, eu nunca coloco a correta! #FeministaTeimosa

    Beijos

  10. thayz athayde disse:

    Ceci, acho que é isso mesmo, tem que bater uma coisa de cada vez. Pode ser a farinha, ela deve tá velha, mas não tá vencida não. Mesmo velha sem estar vencida dá problema? Que coisa.

    Ai que delícia de cobertura, se eu morasse na sua casa ia sair rolando de tanto que ia comer. Você e o Lucas são demais, hein?

    Beijos

  11. renatalima91 disse:

    Oi Thayz!
    Meu primeiro bolo fiz com minha avó, e toda vez que bato uma massa de bolo, dos mais simples, me lembro dela.
    A mesma coisa com brigadeiro…
    Essas duas guloseimas, prá mim, tem sabor de infância e de nostalgia, do carinho e da paciência da vovó.
    Quando fui morar de vez com meus pais (minha avó morava na casa ao lado, eu morava com ela, na verdade), depois da morte de minha avó, meus primeiros bolos “solavam”, porque eu, ansiosa, abria o forno muito cedo para testar com o garfo ou o palito.
    Então, aprendi que na prmeira meia hora de um bolo, abrir o forno, nem pensar! (claro que o tempo depende do tamanho da forma, que quanto menor, mais rápido assa.)
    Esse é meu palpite para o bolo não crescer, mas se vc não abriu a porta, não sei o que pode ser, nem teria pensado no fermento ou na farinha… hehe
    De qualquer forma, o primeiro bolo vale muito pela experiência. Com o tempo, você vai estar fazendo experimentações e variando, aposto!
    Bjão!

  12. Precisando testar meus comentários.

  13. Anne disse:

    Oi Thayz, ó eu voto no fermento ou na farinha, porque descobri que farinha velha, mesmo sem estar vencida não dá certo. O bolo não cresce e fica meio solado, apesar de saboroso.
    Estou achando bem divertido acompanhar seu “desenvolvimento” culinário. hahaha
    Beijinhos

  14. Larissa disse:

    Ola!
    Adorei o post e o bolo ficou assim soladinho por que vc bateu muito a cenoura.
    O ideal para bolo de cenoura é bater as cenouras, óleo e ovos rapidamente no liqüidificador e depois incorporar os secos em uma tigela e por ultimo o fermento. Descobri isso depois de varias tentativas frustadas…rsrsrsrs parabéns pelo primeiro bolo de verdade.

  15. Maria Eduarda da Silva disse:

    Oi!
    Eu queria saber se pode bater essa ta na batedeira.
    Muito Obrigada.Bjss

Os comentários estão encerrados.