Curry à Shangri-La

Eu certamente seria processada se dissesse que esta é uma receita tailandesa. O mais perto que eu cheguei da Tailândia foi a prateleira de produtos importados de lá na Liberdade, com suas pimentas tentadoras e pastas enigmáticas.

Então, segundo recomendações do nosso departamento jurídico, devo esclarecer que se trata de um prato livremente inspirado em curries tailandeses e que não há qualquer pretensão de autenticidade. Apenas de uma boa refeição.

  • 300 gramas de camarões limpos
  • 1 limão (usei siciliano)
  • ½ pimentão cortado em tirinhas
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 colher de sopa de gengibre picado
  • 200 ml de leite de coco
  • Pimenta (usei Sriracha, mas pode ser outro molho ou uma pimenta fresca)
  • 1 colher de sopa de nam pla (molho de peixe – se não tiver, coloque sal)
  • 1 colher de sopa de óleo
  • Coentro

Do limão, vamos querer as raspas e o suco. Separe as raspas e deixe o camarão marinando no suco de meio limão. Junte as raspas, o alho, o gengibre, a pimenta (não vai exagerar na pimenta; vai colocando aos poucos e lembra que o gengibre também dá uma sensação de ardência) e alguns pedaços de talos do coentro num pilão e bata até obter uma pasta – acho que no processador dá certo também. Para ajudar, coloque um pouquinho de sal mais grosso. Esquente o óleo em uma panela, junte o pimentão picado e deixe fritar. Quando estiver quase al dente (uns 5 minutos), coloque o molho de peixe. Aumente o fogo, junte os camarões, com só um pouco do suco, e a pasta. Quando estiver rosa de um lado, junte o leite de coco e termine de cozinhar por mais dois minutos. Desligue o fogo, coloque as folhas de coentro e pode servir – com arroz jasmine, fica ótimo.

Tempo: 30 minutos (contando preparo)

Para beber: Cerveja de trigo

Para ouvir: Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta – Frascos, Comprimidos e Compressas

Anúncios
Esse post foi publicado em Fast Food e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Curry à Shangri-La

  1. Cecilia Santos disse:

    Babi, primeiro, adorei suas credenciais ali em cima.

    E olha só quantos ingredientes com os quais eu não tenho intimidade! Quero ousar mais na cozinha, experimentar mais, explorar as opções nos supermercados e até os próprios lugares em que compro comida. Preciso dizer que você me inspira!

    A trilha sonora também é muito boa, eu não conhecia.

  2. Em janeiro, durante minha visita a SP, cogitei uma mudança de vida radical que consistiria em abandonar minha vidinha aqui, mudar-me pra Liberdade e passar o resto da vida experimentando um item novo por dia no meu cardápio (é, eu estava em um daqueles mega-mercados)…mas eu vi que não teria vida suficiente pra testar tudo e deixar o empreendimento pela metade era minimizá-lo. Voltei à minha rapadura com farinha, mas de vez em quando cresço o lho pra essas gostosuras. Resumindo: em janeiro faz pra mim? Nhami, nhami…

  3. Bárbara Lopes disse:

    Oba! Vamos fazer uma festinha asiática!
    Olha, tem umas coisas que a partir do momento que a gente descobre pra que servem são super práticas e dão esse tchan pra comida.

    beijos

  4. Sara Joker disse:

    eu preciso de um tempinho livre no próximo fim de semana pra fazer esse curry… deu água na boca!

  5. Aaaaawn. Morri. Qualquer coisa que eu coma no almoço não vai matar a larica desse curry. Eu tenho um vício dos infernos nesses produtos thai. Já viu as pastas de curry thai que tem nos mercadinhos? É de chorar de bom e prático.

  6. thayz athayde disse:

    Babi mulhé, como tu é criativa na cozinha! Tô passada! :O

    Quero tentar fazer essa receita ai!

    Bjos

Os comentários estão encerrados.